terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Já alguma vez tiveram aquela sensação de quererem contar, contar e contar coisas e mais coisas, que nem sabem por onde começar? (parte 2)

Então cá vai mais um pedacinho...

Por esta altura do ano, vive-se em Aveiro o S. Gonçalinho - uma festa de foro religioso e direccionada para a população da cidade, realizada na sua zona histórica.
O S. Gonçalinho é o Santo Casamenteiro e uma das tradições vividas por esta ocasião é a apanha das cavacas, em que quem apanhar uma cavaca, irá ser abençoado pelo S. Gonçalinho, mas atenção, consta que só são abençoadas as pessoas que apanham as cavacas que caem ao chão (blhac - não têm noção do que era aquele chão com o açúcar das cavacas e da chuva, tudo numa grande mistela)... A festa também é para quem sobe ao cimo da Igreja de S. Gonçalinho, faz a promessa de atirar x kgs de cavacas no ano seguinte, se este abençoar a respectiva pessoa com o seu desejo...
Como devem imaginar e depois de no ano transacto a cavaca atirada pelo R. a meu pedido não me ter trazido "sorte" nenhuma, este ano, tinha que estar em cima do acontecimento, então, juntámo-nos 11 amigos, com 11 kgs de cavacas e lá subimos (após muita insistência nossa, pois chegámos tarde e eu estava a ver que o meu desejo ficava em águas de bacalhau! Fula, completamente fula!!! É que nem que tivesse que chorar baba e ranho ao mordomo da festa... :P), tocámos o sino e atirámos as cavacas, que caíam no chão, caíam nos guarda-chuvas e caíam nas redes dos pescadores.

Adorei, claro está e para além de ter sido a única coisa que consegui cumprir do estipulado na minha agenda (nem-pelo-melhor-fim-de-semana-de-sempre (que não é o caso, também não vamos exagerar)-eu-faltava-à-atira-das-cavacas!!!) :D

2 comentários:

  1. Agora é que é de vez e sem remédio: PIROOOOUUUUUU!!!

    ResponderEliminar
  2. Ai e o que tu vais ter que aturar??? :P

    ResponderEliminar